RoMaria: Entrando nas Histórias 5: Hans Christian Andersen

Padrão

palavra-crianca-julia

 

Bom dia!

 

Quando podemos dizer que uma história é boa?

Que escritor podemos chamar de talentoso?

 

Um livro é bom quando consegue fazer com que o seu leitor esqueça onde está,

esqueça quem é e passe a se sentir parte da história.

Os personagens passam a fazer parte do seu dia e mesmo quando você não está

lendo, parece que eles estão ali esperando por você para as próximas páginas!

 

Hoje vamos mostrar como a leitura pode nos levar para outros tempos,

outros reinados e como alguns escritores criam ou reproduzem histórias de

um jeito tão especial que elas atravessam séculos sendo contadas e recontadas,

recriadas e ilustradas de várias maneiras.

 

Vamos falar de um escritor que era mestre em contar histórias muito tempo atrás,

e elas até hoje encantam multidões de crianças e adultos.

Estou falando de Hans Christian Andersen.

 

Ilustração de Pol Serra

Ilustração de Pol Serra

 

Hans Christian Andersen nasceu na Dinamarca em 1805 numa família muito pobreSeu pai era sapateiro e sua mãe, lavadeira. Seu pai sempre incentivou sua imaginação e criatividade, contando histórias e fabricando um teatrinho de marionetes, onde o garoto encenava peças com seus brinquedos.

Apesar de ter escrito diversos romances adultos, livros de poesia e relatos de viagens, foram os contos de fadas que o tornaram famoso. Na época  eram muito raros os livros voltados especificamente para crianças.

Ele foi, segundo estudiosos, a “primeira voz autenticamente romântica a contar histórias para as crianças” e buscava sempre passar padrões de comportamento que deveriam ser adotados pela nova sociedade que se organizava, inclusive apontando os confrontos entre “poderosos” e “desprotegidos”, “fortes” e “fracos”, “exploradores” e “explorados”. Ele também pretendia demonstrar a ideia de que todos os homens deveriam ter direitos iguais.

Escrevia contos baseados na tradição popular que ele ouvia durante a infância, mas depois desenvolveu histórias no mundo das fadas ou que traziam elementos da natureza.

O livro de Hans Christian Andersen em destaque hoje

é ” A Princesa e a Ervilha”.

 

historia-princesa-e-a-ervilha

 

Era uma vez, um príncipe muito exigente. Ele queria casar com uma

princesa de verdade. Foi a muitos bailes, daqueles reais, que tem lustres de

cristal, flores, em grandes e elegantes salões. Encontrou muitas princesas,

mas nenhuma o convenceu que era uma verdadeira princesa.

Isso deixava o príncipe muito triste. E como tristeza combina com tempestade,

um dia caiu uma chuva muito forte perto do palácio.

Uma princesa que estava passeando na floresta foi surpreendida pela chuva

e foi bater na porta do castelo do tal príncipe exigente.

A Rainha Mãe recebeu a princesa no castelo, ofereceu banho, roupa, sopa

quentinha e resolveu fazer um teste sem ela saber.

Ofereceu uma cama muito bonita, mas um tanto esquisita!

Estranha porque era uma armadilha para testar a princesa!

A rainha colocou entre o primeiro e o segundo colchão uma ervilha crua

e amontoou vinte colchões uns sobre os outros!

A cama ficou tão alta que a princesa teve que usar uma escada para subir.

Já imaginou? O que será que aconteceu na manhã seguinte?

Será que a princesa dormiu bem?

Será que a Rainha e o príncipe  acharam uma verdadeira princesa?

Saiba o que aconteceu no livro:

 

capa-princesa-e-ervilha

 

A Princesa a Ervilha

Autor: Hans Christian Andersen

Ilustração: Miho Fujita

Editora: Caramelo
Ano 1997

Colaboração/Doação: Carol Sancio

 

Hans Christian Andersen sempre fez parte das histórias da minha infância

que permanecem em minha imaginação.

Recomendo que você pesquise outros títulos deste escritor, vale muito a pena!

Para crianças e adultos! Boas leituras!

 

E RoMaria de Livros de Maio chegou a Águas Belas/ PE!  

 

 

Foram 100 livros aos cuidados do Prof. Adauto Medeiros Silva, para o

projeto de leitura da ONG Sonhe Grande Comigo (Dream Big With Me).

Clique no link para saber mais sobre o projeto da ONG.

 

Para este mês de Junho, precisamos de mais doações!

Agradecemos a todos os nossos colaboradores e divulgadores da RoMaria de Livros!

 

romariacapa2

 

Para doações e maiores informações acesse nossa página no facebook

e siga aqui neste BLOG todas as novidades da Campanha RoMaria de Livros!

 

 

Fonte & Imagens:

  • Página “RoMaria de Livros” no Facebook

  • Ilustrações  e contação de Histórias por Maria Cininha

  • Ilustração de Hans Christian Andersen: Pol Serra

  • Fotografias de Águas Belas enviadas pelo Prof. Adauto Medeiros Silva

Recomendo:

deb2014

Obrigada pela visita!

Volte sempre, participe, comente! 

Anúncios

»

  1. Que criança não sonhou com a princesa e a ervilha? Bem as que tiveram a oportunidade de encantado momento de leitura de pais e avós, ou professoras. O patinho feio, grandes lições de amor e auto-estima, a pequena sereia, a vendedora de fosforo. Lembro dessa última li no livro do programa Ler e escrever em SP para meus alunos, eu nunca tinha lido, ou pelo menos não lembrava. Grandes riquezas que Andersen nos deixou por sinal no dia dele do livro infantil meu aniversário 02/04 Abraços e vamos levar leitura ao mundo

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s